Programa de Isenção de Vistos dos EUA (VWP)

VWP é a sigla para Visa Waiver Program, ou Programa de Isenção de Vistos dos Estados Unidos em português, que foi criado com o objetivo de agilizar o processo de entrada no país por cidadãos de determinadas nacionalidades — em casos de viagens de curta duração (até 90 dias) com finalidade de turismo ou negócios.

Os países que fazem parte do Programa de Isenção de Vistos foram selecionados pelo governo americano por terem uma boa relação internacional com os EUA e contarem com baixos índices de imigração ilegal. Assim, quem tem cidadania de uma dessas nações pode solicitar o ESTA para viajar livremente para os Estados Unidos, sem aviso prévio e sem precisar solicitar um visto de turismo.

São 39 as nações que fazem parte do Programa de Isenção de Vistos dos Estados Unidos, o Visa Waiver Program. Essa isenção de vistos não está disponível para os demais países, como é o caso do Brasil.

Qual é o objetivo do Programa de Isenção de Visto?

Criado no final dos anos 80, o Programa de Isenção de Vistos tem o objetivo de diminuir as filas de imigração ao oferecer aos cidadãos de alguns países selecionados um método mais prático para solicitar entrada nos Estados Unidos.

Em 2009, todo esse processo passou a ser feito de forma online. Com isso, quem deseja visitar os Estados Unidos (e tem nacionalidade de um dos países do programa) pode solicitar a autorização de viagem ESTA com muito mais agilidade pela internet. Esse processo para isenção de visto pode levar até 72 horas.

Além disso, com o ESTA o governo americano tem total controle sobre quem entra no país e pode realizar isso de forma automatizada. A permissão de entrada, por exemplo, é obtida através de um sofisticado software que compara dados e verifica se o solicitante tem algum histórico negativo prévio.

É importante lembrar que isenção de vistos só está disponível para algumas nações. Todos os viajantes brasileiro com dupla cidadania de um dos países do Visa Waiver Program pode utilizar seu segundo passaporte para solicitar o ESTA e viajar com mais facilidade. Para os brasileiros que não tem dupla cidadania, ainda é exigido o visto de turismo tradicional para entrada em solo americano.

Quais os países que fazem parte do Programa de Isenção de Visto?

De todas as nações do mundo, somente 39 fazem parte do Programa de Isenção de Visto dos Estados Unidos. Os países que estão na lista geralmente contam com baixo índice de imigração ilegal, o que dá credibilidade para seus cidadãos, facilitando o ingresso na América.

Fazem parte do Visa Waiver Program:

  • Andorra
  • Alemanha
  • Austrália
  • Áustria
  • Bélgica
  • Brunei
  • Chile
  • Coréia do Sul
  • Dinamarca
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Espanha
  • Estônia
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Holanda
  • Hungria
  • Islândia
  • Irlanda
  • Itália
  • Japão
  • Letônia
  • Liechtenstein
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Malta
  • Mônaco
  • Nova Zelândia
  • Noruega
  • Polônia
  • Portugal
  • Reino Unido
  • República Checa
  • San Marino
  • Singapura
  • Suécia
  • Suíça
  • Taiwan

Os cidadãos desses países podem solicitar o ESTA Estados Unidos para entrar na nação americana com este sistema totalmente automatizado, sem necessidade de passar por uma entrevista no consulado.

Como funciona a entrada para turistas brasileiros nos Estados Unidos

Se você é brasileiro com dupla cidadania em um dos países que conta com Isenção de Vistos, você pode utilizar seu passaporte da segunda nacionalidade para solicitar o ESTA e entrar nos Estados Unidos. Por se tratar de um processo mais prático e rápido, essa estratégia costuma ser bastante recomendada para quem tem duas nacionalidades.

Caso não tenha dupla cidadania, você precisa solicitar o visto de turismo através de um processo diferente do ESTA para entrar nos Estados Unidos, mas que concede a autorização por um maior período de validade.

Para tirar o visto de turismo como cidadão dos países que não fazem parte do Visa Waiver Program, o processo se divide entre online e presencial.

  • Na primeira parte, feita pela internet, a pessoa deve preencher um formulário totalmente em inglês e pagar uma taxa em dólar. Nessa etapa, já é necessário estar com o passaporte em mãos.
  • Depois de pagar a taxa, é preciso agendar a entrevista em uma das unidades do consulado americano. No Brasil, isso pode ser feito nas cidades de Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo ou Belo Horizonte.

Ao comparecer para a entrevista, é necessário contar com os seguintes documentos:

  • Passaporte com pelo menos seis meses de validade, contados a partir da data prevista para a ida aos Estados Unidos;
  • Formulário DS 160 impresso;
  • Recibo de pagamento da taxa;
  • Certidão de nascimento (original ou cópia autenticada);
  • Título de eleitor, se você tem mais de 18 anos;
  • Prova de situação econômica;
  • Prova de nível de escolaridade (diplomas universitários, certificado profissional);
  • Comprovante de emprego (recibos de folha de pagamento, credenciais da empresa, carta do departamento de Recursos Humanos);
  • Passaportes com vistos americanos anteriores, mesmo expirados, caso você os tenha.

O último passo para obter o visto americano é passar pela entrevista na unidade do consulado conforme o agendamento. É bom ter em mãos todos os documentos requisitados e chegar com antecedência, já que o solicitante passa por uma área de revista e detecção de metais.

O entrevistador pode aprovar ou negar seu pedido. Caso seja aprovado, o visto de turismo é válido por 10 anos e o período de estadia consecutiva nos Estados Unidos varia de 1 a 6 meses, dependendo do que for estabelecido pelo agente migratório. E, se o pedido for negado, é possível refazer o processo e agendar uma nova entrevista.